Grace Rwaramba, ex-babá posta comentário em seu facebook.

Ir em baixo

Grace Rwaramba, ex-babá posta comentário em seu facebook.

Mensagem por Billie Jean em Qui Ago 30, 2012 1:57 pm


Em janeiro de 1997, Michael Jackson me pediu para deixar o meu trabalho como diretora de departamento pessoal na MJJ Productions e ajudá-lo a cuidar de seu filho que nasceria um mês depois. Aquele filho era Prince. Mal sabia eu que eu passaria os próximos 12 anos da minha vida a ajudar na criação de Prince, Paris e Blanket a partir do momento em que os trouxe para casa do hospital.

Todo mundo sabe que Michael fez um grande esforço para proteger seus filhos dos olhos do público. Embora o uso de véus e máscaras era fora do convencional, só ressalta o quão importante esta questão era para ele. Ele entendeu, provavelmente melhor do que ninguém, que crescer como uma figura pública, especialmente na indústria do entretenimento, pode ser uma receita para o desastre. Todos nós podemos provavelmente dar exemplos de criança ou várias estrelas jovens que lutaram e em alguns casos não conseguiram fazer a transição para a vida normal de adultos por causa das pressões que enfrentaram quando crianças.

O drama recente em torno da mãe de Michael, Katherine, as questões de custódia em curso e a disputa agora pública entre Paris e Janet é exatamente do que Michael queria proteger seus filhos. Estas questões foram ainda mais complicadas por Gladys Knight e outros recentes e bem-intencionados comentários sobre Paris. Tenho um grande respeito e admiração pela Sra. Knight. E enquanto eu concordo com o espírito de seus comentários, atacar Paris em público não é a resposta.

Michael ensinou seus filhos a respeitar os mais velhos; Paris e seus irmãos entendem isso muito bem. Qualquer pai sabe também que as crianças nessa idade vão testar limites e afirmar-se de uma forma que merece disciplina e, por vezes, um nível adequado de punição. O que a Sra. Knight não consegue perceber é que Paris ainda está começando a conhecer sua família. Quando Michael estava por perto, as crianças tinham muito pouco contato com seus tios e tias. Eles não tiveram o benefício de ter sido criado e disciplinado por outros membros da família que os amavam. Eles agora estão aprendendo a viver e existir fora da "bolha de Michael Jackson". Haverá as dores do crescimento, e as crianças, como as outras crianças da sua idade, cometerão erros. Eles vão dizer e tuitar coisas estúpidas e até mesmo ofender as mesmas pessoas tentando proteger seus melhores interesses. A diferença entre Paris e todas as outras crianças da idade dela é que o resto do mundo vai estar assistindo.

Por favor, seja justa com Paris. Dê a ela a chance de errar e aprender com seus erros sem demonizá-la. Ela é uma jovem determinada, muito expressiva e dramática. As características que fizeram dela a menina dos olhos de seu pai são os mesmos traços que ela deve aprender a controlar enquanto amadurece. Vamos ter cuidado para não tirar o brilho do espírito dela. Parte meu coração pensar que Paris e seus irmãos poderiam se tornar alvo de críticas sem fim por ser crianças.

Michael amava muito seus filhos. Deu-lhes as ferramentas que precisam para se tornarem pessoas boas e decentes. Estou confiante que com o tempo, Paris e seus irmãos vão aprender que a sua família ama e quer o que é melhor para eles. Até então, por favor, tome seus tuítes com certa reserva. Nenhuma criança deve ter 700.000 seguidores no Twitter ou qualquer outra plataforma de mídia social.

Fonte: x

____________________
avatar
Billie Jean
Admin

Mensagens : 149
Data de inscrição : 05/04/2012
Idade : 27
Localização : @Paris_JacksonBR

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/parisjacksonbrasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum